Os melhores óculos escuros para conduzir

A condução exige a maior visão e visibilidade possíveis, o que muitas vezes envolve a utilização de óculos graduados e/ou escuros durante os meses mais soalheiros. Mas sabia que há tipos de óculos específicos para conduzir com segurança?

Usar óculos escuros quando se conduz é obrigatório nestes dias de sol a pique. Mas estes óculos não devem perturbar a visão periférica, nem ser demasiado escuros, nem ter lentes de cores muito claras que deixam passar demasiada luz.

Há um equilíbrio perfeito nos modelos ideais para conduzir. Descubra as características que estes óculos de sol devem ter e alguns exemplos de modelos Opticalia perfeitos para esta actividade:

LENTES ESCURAS – MAS NÃO DEMASIADO

Victorio & Lucchino - VT181020

Victorio & Lucchino – VT181020

A densidade de transmissão de luz em cada par de óculos escuros varia de acordo com o nível de luminosidade exterior. Por exemplo, para conduzir num dia nublado ou durante a noite deve utilizar um par de óculos que permita a transmissão de 80% a 100% de luz.

Num dia (muito) soalheiro, habitualmente, a densidade ideal é entre 18% e 43% de transmissão de luz, e nunca a densidade máxima, de 3% a 8%, que já torna os óculos demasiado escuros para que exista uma boa visibilidade para a condução segura.

LENTES POLARIZADAS

THELOOK - TL170010

THELOOK – TL170010

As lentes polarizadas são uma boa escolha para os condutores, pois ajudam a reduzir o brilho e a luz reflectida nos vários elementos das estradas. A condução transforma-se assim numa experiência muito mais segura e confortável, reduzindo ainda o cansaço ocular e oferecendo uma maior nitidez à visão.

LENTES CINZENTAS OU CASTANHAS

THELOOK - TL172020

THELOOK – TL172020

A cor das lentes afecta não só a quantidade de luz que estas deixam passar como também a capacidade de ver melhor ou pior determinadas cores fundamentais para a boa condução. Escolher a cor ideal de lentes é muito importante para garantir os contrastes necessários e evitar eventuais acidentes na estrada.

As melhores lentes para conduzir são de cor cinzenta ou castanha, polarizadas, pois têm uma cor mais neutra. Não devem ser usados óculos escuros de lentes cor-de-rosa, azuis e verdes.

LENTES ANTI-REFLEXO E ANTI-RISCOS

Victorio & Lucchino - VT180270

Victorio & Lucchino – VT180270

O revestimento das lentes é também muito importante, em particular o anti-reflexo, que permite melhorar a visibilidade e longevidade da visão e manter as lentes mais limpas.

Também o revestimento que evite riscos nas lentes ajuda a protegê-las, e ao mesmo tempo a proteger a visão de pequenos obstáculos que impeçam uma visão límpida e perfeita.

LENTES GRADUADAS

Pedro del Hierro - PH182010

Pedro del Hierro – PH182010

Se usa óculos habitualmente, deve usar a mesma graduação quando conduz, mesmo de óculos escuros. A melhor solução é utilizar óculos escuros graduados, para não poder combinar a visão perfeita com a luminosidade perfeita.

ARMAÇÃO FINA

Pedro del Hierro - PH183017

Pedro del Hierro – PH183017

A armação não deve prejudicar a visão periférica quando se conduz, ou seja, deve ser o mais fina possível, ou com um formato que dê boa visibilidade em todos os pontos necessários. Deve também, sempre que possível, ter lentes que protejam a totalidade da visão da elevada luminosidade, se for o caso.

Armações com lentes longas e hastes finas, como no modelo “aviador”, ou óculos estilo “browline”, que perdem a haste nos locais que mais prejudicariam a visão periférica, são alguns exemplos de óculos ideais para conduzir.